Seguidores

quinta-feira, 11 de junho de 2009

- Gays são a mesma coisa que mulheres? -


Por Chico Catarina

Voltei! Este blog é um vício!

Na minha vida de gay, é claro, desde que sou pequeno, ou melhor dizendo, desde que me entendo por gente. Sempre ouvi muita besteira sobre ser gay, etc. Depois que comecei a me assumir então nem se fala. Mas, ao longo da vida percebi que infelizmente a maioria das mulheres são as mais preconceituosas em relação à homossexualidade. É claro que, não posso e não vou generalizar. Tem muita mulher bacana, e ligada no mundo moderno e não tem uma gota de preconceito. Mas, minha conotação vem de encontro a visão que algumas delas prezam. De tanto ser atacado de forma não tão agradável por algumas mulheres, exponho aqui a pergunta que me vinha à cabeça mediante tanta asneira que ouvi.

Gays são a mesma coisa que mulheres?

Well! Pois, eu mesmo tenho a resposta. Antes de sair do armário eu era muito galanteado por mulheres, visto que não tenho estereótipos gays ou afeminados (nada contra) mas, eu não tenho. Sempre fui cantado por mulheres e depois que me assumi a coisa mudou como diz uma senhora que conheço de Pedro para Pau. Isto mesmo, as mesmas que me tratavam como homem hétero, começaram a me tratar como uma mulher. Isto mesmo como uma mulher! Ou como um ex-homem que agora virou mulher e vai usar roupas femininas, e sair por ai rebolando. Well. Eu respeito qualquer forma de manifestação, seja ela gay, transexual, travestis, afeminados etc. Mas, não aceito ser tratado como uma mulher e aliás nunca vou aceitar, até porque minha condição sempre será homem, é o meu corpo físico e amo isto. Amo ser homem. O que aprendi é que para as mulheres um homem quando se assume gay, deixa de ser homem e assumi ali uma nova identidade, ou seja uma alma feminina. Eu comecei a perceber tratamentos diferentes com a minha pessoa depois que me assumi, a maioria das mulheres que tinha contato (amigas, etc) mudaram comigo. Certa vez, numa festa, depois que me assumi fui dançar com uma delas e a mesma ao me tirar para dançar enfatizou: - Vamos dançar comigo, vai? Finge que você gosta da coisa! Querida!
Bom, isto foi o mais básico que ela me falou. Não vou escrever aqui as demais asneiras. Mas, o que quero dizer é que isto é realmente ridículo! Para algumas mulheres um homem gay não é mais um homem e sim uma nova mulher. Acho que isto já vem de berço, sabe, ao longo dos anos tenho percebido que algumas mulheres ao levarem um belo puxão de orelha pela minha pessoa. Começaram a me tratar como o que sou, um homem gay. Afinal, para ser gay não precisamos vestir uma saia e sair por ai falando fino. Um gay não é isto. Somos homens, sempre homens e merecemos respeito!
Também vejo pela ótica dos sexos diferentes, por exemplo, um homem ao saber que outro é gay pode ter sim uma reação de preconceito, se este não compactuar com o homossexualismo, mas esta reação terá uma reação imediata, seja para o bem ou para o mal. Com as mulheres percebo a mesma coisa, só que a diferença é o tratamento. Algumas mulheres infelizmente acham que um gay é uma nova amiga, tia, irmã ou o diabo a quatro. É claro que, esta minha postagem não vem a somar muito com nos gays! Mas, acredito que muita mulher que cair por aqui pela internet irá refletir sobre a situação! Digo e repito! Um homem é um homem e não uma mulher!
Eu respeito às diferenças que existem de todas as forças, mas preservo o respeito entre as classes e tenho certeza que todos devemos prezá-lo. Eis uma questão de ética pessoal.
Eu tenho amigos afeminados e respeito super eles. Mas, enquanto gays acredito que nenhum de nós deseja ser comparado a uma mulher. É claro que toda regra tem sua exceção e não quero morder minha língua. Mas, gay que é gay é homem e não mulher. E ao menos um pouco de respeito não faz mal a ninguém. Talvez, esta visão por algumas mulheres venha dos afeminados que por se expor mais, acabam gerando uma imagem de diferença nas pessoas. Tudo bem, gente! Eles passam por preconceito assim como todos. Mas, fica o pensamento no ar que “A aparência não deve interferir na condição sexual de cada um, sentir atração e amor por pessoa do mesmo sexo não traduz a idéia de chamar atenção de todos a ponto de transformar-se, desculpem, mas não somos borboletas em evolução, somos homens”
Por isto mulheres deste meu país, ao aceitar um amigo gay não esqueçam que ele é e sempre será um homem! E quem discorda?

Bom, esta é a minha mera opinião. Este é também um espaço de discussão.
Mande seu comentário. Juntos todos somos um!

Hum, mais um link bacana, vale a pena ler também.
http://gonline.uol.com.br/site/arquivos/estatico/gnews/gnews_forum_83.htm

2 comentários:

Surviver disse...

Eu nao sou afeminado tambem, mas isso é uma caracteristica minha, é como eu sou, assim como outros homens tem como caracteristica ser afeminados.
Eu também gosto de ser homem, mais isso tambem é minha preferencia.....cada um de um jeito.
Eu sou quase 100% dentro do armario, so tenho uns amigos gays e da roda proxima apenas minha prima sabe, ela, pelo menos nao mudou comigo quando contei pra ela, e ela nao tem preconceito nenhum =D
Abraços

Ana F. disse...

Uau!
Adorei isso, um gay machista!
Ora, Chico, convenhamos: as mulheres são tratadas como homens o tempo inteiro. Se há homens e mulheres em um lugar, o tratamento será de "eles". Uma mulher que trabalha bem ouvirá que "trabalha feito homem", uma mulher corajosa ouvirá que "é macho", tudo isso como elogio.
Agora, vem vc me dizer que "Digo e repito! Um homem é um homem e não uma mulher!" e que "um pouco de respeito não faz mal a ninguém"?
Quer dizer, tratar você como mulher (na sua visão, é claro) é desrespeito? Realmente, as mulheres devem ser criaturas muito repugnantes para ser algo tão ofensivo assim ser tratado no feminino... Acho graça.
Um abraço,
Ana